Lillian Paes tradutora do UCEM

A História da Lili - R$30,00+R$ 8.50 Frete Módico

 
 
Pronta entrega
Entrega em até 15 dias úteis via frete módico
Lillian Paes - lilypad430@yahoo.com
Pagamento via deposito/transferência bancaria ou PagSeguro




História da Lili, para quem se interessar em ler este relato intenso e verdadeiro da vida e dos desafios enfrentados por Lillian Paes, nesta longa jornada da tradução de Um Curso em Milagres.
 
É impossível ler este livro sem ser profundamente tocado pelo inusitado nível de transparência e honestidade que lhe foi pedido ao longo desse processo. É a vida prática sendo vivida através dos conceitos de UCEM. 

Um Curso Em Milagres com Lillian Paes - Encontro VIRTUAL Skype/ZOOM

Quintas-feiras: 20:30 as 22:00h

Por favor, confirmar participação, através do email para lilypad430@yahoo.com ou por skype: lillian.paes
http://www.facebook.com/groups/lillianpaes/
http://www.facebook.com/pages/Lillian-Paes-A-historia-da-lili

Entrevista com Lillian Paes (tradutora) à Vida Simples por Adriano Quadrado

UM ENCONTRO COM A TRADUTORA DE UM CURSO EM MILAGRES, O LIVRO QUE JÁ VENDEU QUASE 2 MILHÕES DE EXEMPLARES E QUE TERIA SIDO DITADO POR JESUS CRISTO!
 
Imagine esta história: Jesus Cristo resolve mandar uma longa mensagem para o mundo moderno. Vê que a humanidade não entendeu nada do que ele havia dito 2 mil anos atrás e resolve repetir o recado – só que, desta vez, com muito mais detalhes.
 
Além de explicar sua filosofia, Ele sugere 365 exercícios para que as pessoas pratiquem e, quem sabe, consigam perceber que este mundo é apenas um sonho. Ou melhor, um pesadelo criado pelo ego, pois Deus não poderia ter feito uma realidade de sofrimento, já que criou apenas o amor.
 
O livro Um Curso em Milagres (ou UCEM, para os íntimos) é supostamente isso que você acaba de ler. Conta-se que o texto começou a ser “ditado” em 1965 para a psicóloga americana Helen Schucman (1909-1981), que era ateia e ficou muito assustada ao ouvir uma “voz” pedindo-lhe que tomasse notas sobre milagres – principalmente ao perceber quem era o dono da voz.
 
O livro foi publicado nos Estados Unidos em 1976 e desde então já vendeu quase 2 milhões de cópias em todo o mundo. Entre 1985 e 1995, a carioca Lillian Paes trabalhou na tradução da obra para o Brasil. Ela mora há muitos anos nos EUA, e bateu um papo com VIDA SIMPLES, numa rápida passagem por São Paulo.
 
O que é Um Curso em Milagres?
É basicamente um tratado sobre o perdão. As religiões manipulam as pessoas através da culpa, dos pecados. No Curso, Jesus nos tira essa carga, que não é nossa, porque nada aqui é real. Nós somos totalmente livres. E o amor só pode reinar em liberdade.
 
Como assim?
O Curso diz que você perdoa aquilo que seu irmão na verdade não fez, porque não há nada fora de você, portanto não há nada a perdoar. Você é o único responsável por tudo o que lhe acontece. Nossa tradição cristã tem um grande investimento no sofrimento. Poderíamos ter escolhido mil outras imagens de Jesus, mas elegemos para colocar no altar a imagem da cruz. O Curso desfaz isso. Ele diz que o caminho do amor não pode ser através da dor.
 
O Curso se assemelha a outros caminhos espirituais?
Não há paralelo. A visão que ele nos dá é diferente, pois diz que o mundo físico não foi criado por Deus, mas pelo ego. Isso não invalida os outros caminhos. Cada ser tem sua versão particular desta aventura na Terra e nunca um caminho servirá para todos. Mas no Curso encontrei maior generosidade com os símbolos cristãos que me são familiares.
 
O livro foi mesmo ditado por Jesus?
Sempre acreditei nisso. Mas não defino este Jesus como o Jesus histórico, que é uma parte da consciência do Cristo. Por causa da minha cultura, chego ao Cristo através de Jesus porque esta é a minha linguagem, como outros chegam ao Cristo através de Maomé, de Buda etc.
 
O que este livro pode mudar na vida das pessoas?
Você ganha a capacidade de viver na Terra um pouco como se já estivesse no Paraíso. O Curso o livra da culpa. Quando você se sente culpado, está sempre querendo comprar soluções, ensinamentos e gurus para ser livre. Mas a liberdade eterna já é nossa.
 
Segundo o Curso, quem é o ego, o Cristo e o Espírito Santo?
O ego é a consciência da separação. O mundo do ego é o mundo da dualidade. Nele, o espaço que eu ocupo você não pode ocupar. Nele, o que é meu não é seu. Cristo é a consciência da unicidade que nunca foi perdida ou quebrada, é a única criação de Deus. Todos os seres humanos são o Cristo. E o Espírito Santo é o elo que permanece na consciência, mesmo quando parecemos estar separados, loucos, pecando, seja lá o que for. É o elo que nos conecta com Deus.
 
Como um livro assim denso e abstrato, além de extenso, pode fazer sucesso entre tanta gente?
O Curso vendeu quase 2 milhões de exemplares e, por ser o livro que é, acho expressivo. Os exercícios são muito exigentes, mas entendo que eles só o são enquanto você resiste ao aprendizado. Enfim, cada um caminha com ele no seu ritmo. Uma amiga minha foi fazendo tudo até quase o final, mas empacou no exercício 334. Eu fiz todos os exercícios quatro vezes, estou no meio da quinta rodada. Mas nunca fiz todos os 365 em um ano. Atualmente passo muito tempo com um mesmo exercício.
 
O livro mudou sua vida?
Bem, estou na fase de revisão do meu livro - Vermelho, o Milagre do Coração -, que pretende divulgar o Curso de forma menos elitista. Nessa obra eu conto minha experiência como buscadora espiritual e como mulher, com mensagens às pessoas que estão buscando, como eu estava. Precisamos chegar a todos que querem se curar e ajudar a curar nosso planeta.
 
Como é o livro
Os 365 exercícios propostos em Um Curso em Milagres são mais do estilo “meditação”, e nada têm a ver com técnicas corporais – como o yoga, uma vez que o livro afirma que o corpo não existe, que o mundo não existe, que tudo é uma criação da mente separada (ego) do Filho de Deus. O primeiro exercício, por exemplo, parte do enunciado “nada do que vejo significa coisa alguma”. A idéia é sair olhando para as coisas ao nosso redor, dizendo: “esta mesa não significa nada”, “este computador não significa nada” etc. Há outro exercício sobre o perdão, que nos prepara para “soltar” as mágoas - como Ele diz. Simplificando muito, consiste em lembrar, duas vezes ao dia, de todas as pessoas de quem guardamos mágoa e então ir perdoando, uma a uma. Mas essas descrições talvez não façam justiça ao que o livro é de verdade.
 
Por isso, minha opinião: é uma obra surpreendente, a coisa mais profunda que já li em matéria de espiritualidade. O texto é organizado, extenso, detalhado e escrito numa linguagem moderna, de coerência brutal. É um tratado muito bem feito sobre o ego como criador da ilusão (e do sofrimento) e do perdão como libertação.